O estreitamento ou aperto da vagina (vaginoplastia) é uma correção solicitada com mais frequência, nos últimos 15 anos, em especial pela mulher jovem, após o primeiro ou segundo parto, em que é evidente através do seu relato clínico, que as relações sexuais se alteraram profundamente pela laxidão dos seus tecidos.

Esta reconstrução do canal vaginal, ao ser elaborada criteriosamente é feita a nível dos músculos relaxados da bacia (músculos do pavimento pélvico) e realizada a modelação da mucosa vaginal, conferindo uma estrutura tridimensional, equilibrada e harmoniosa, com notória repercussão funcional sexual, o que leva as pacientes a afirmarem “o relacionamento Íntimo melhorou espantosamente, ou voltou à situação antes dos partos”.