Mamoplastia de aumento

Na atualidade, há uma expansão inusitada do desejo do aumento da alterabilidade anatómica desviada dos padrões de beleza atuais.

O aumento do peito é uma das intervenções mais solicitadas quando permite corrigir o volume insuficiente das mamas através de uma prótese que recoloca o tecido glandular.

O tamanho e a forma das próteses, a localização da cicatriz, a colocação subfascial ou retro muscular ou a técnica dual devem ser discutidos previamente, atendendo ao desejo do paciente, falando de forma realista sobre todos esses aspetos.

  • Tempo recuperação: 10 dias
  • Tempo cirurgia: 1hora e meia horas
  • Anestesia geral ou sedação
  • 1 dia de internamento

Mamoplastia de redução

A mamoplastia de redução resolve a chamada hipertrofia mamária ou gigantomastia (acumulação de tecido adiposo e / ou glandular, acompanhado por excesso de pele).

O aumento exagerado das mamas pode aparecer como sintoma isolado, principalmente em pacientes jovens (hipertrofia juvenil) ou acompanhado pela queda do tórax (hipertrofia com ptose).

Geralmente está associado à obesidade, mas também pode aparecer em mulheres magras. As queixas mais frequentes são as cervicalgias, parestesias (adormecimento) dos membros superiores e dificuldades motoras.

Na maioria dos casos, a cirurgia resultará numa cicatriz em torno da aréola, uma no sulco da mama e outra vertical que une as duas (cicatriz T invertida).

Com os cuidados pós-operatórios adequados que recomendaremos após a cirurgia, em alguns meses as cicatrizes podem ser praticamente impercetíveis.

  • Tempo recuperação: 15 dias;
  • Tempo cirurgia: 2 a 3 horas;
  • Anestesia geral ou sedação;
  • 1 dia de internamento;