fbpx

Dermatologia Clínica

O dermatologista é o especialista responsável pelo estudo da pele sã e de todas as doenças que a afetam, bem como pelo diagnóstico, prevenção e tratamento das mesmas.
Acne

A acne é o problema dermatológico mais frequente da adolescência, embora muitos casos também sejam observados em mulheres de 30 a 40 anos. A acne requer tratamento adequado, pois frequentemente diminui a auto-estima do paciente e a sua persistência ao longo do tempo, pode causar marcas e cicatrizes que condicionarão a pessoa pelo resto da vida. Os dermatologistas da Personal Derma avaliarão cada caso de forma a identificar quais os fatores predisponentes e de agravamento associados ao aparecimento de lesões, fazendo seu diagnóstico dermatológico.

Nem todos os tipos de acne devem receber o mesmo tratamento. Assim é necessário um exame detalhado do paciente, de forma a obter os dados necessários à escolha do melhor tratamento para cada paciente.

Alopécia

Alopecia e distúrbios capilares são uma das questões mais importantes para um dermatologista. Este área é constantemente invadida pela intrusão de pessoas que tiram vantagem da importância do problema para o paciente e que oferecem resultados garantidos mesmo que nem sempre verdadeiramente viáveis. Na Personal Derma, dispomos de tratamentos que visam retardar o processo de perda de cabelo, melhorar a sua qualidade e fazer com que os pacientes evoluam mais lentamente e até recuperem parte do cabelo perdido. Em alguns casos poderá ser necessário um transplante capilar.

Dermatoscopia digital

A Dermatoscopia Digital é uma técnica não invasiva utilizada no diagnóstico de diferentes lesões, principalmente lesões pigmentadas suscetíveis de poderem configurar um diagnóstico de cancro. No cancro de pele, a detecção precoce é essencial, uma vez que a maioria é curável.

Este aparelho ajuda a explorar a pele de uma forma global e detectar alterações morfológicas mais rapidamente e de forma mais precisa do que a vista desarmada, sendo por isso utilizado frequentemente como forma de rastreio do cancro de pele. Além da detecção precoce de cancro de pele, a dermatoscopia digital permite a obtenção de imagens nítidas e fiáveis essenciais para o diagnóstico e acompanhamento de distúrbios capilares e outras doenças cutâneas.
O cancro de pele pode desenvolver-se a partir de lesões de risco ou simplesmente surgir na pele previamente saudável. Uma revisão anual por um dermatologista é importante para explorar as lesões existentes e descartar o aparecimento de lesões cancerígenas ou suspeitas.
Se você acha que está em algum dos seguintes grupos de risco, consulte um dermatologista:

  • Tem pele clara?
  • “Queima-se” facilmente ao sol?
  • Tem muitos sinais?
  • Detectou alterações nos seus sinais recentemente?
  • Sofreu queimaduras solares em criança ou adolescente?
  • Tem histórico familiar de cancro de pele?
  • Já teve cancro de pele no passado?
  • Está regularmente exposto à luz solar ou radiação UVA?
Dermatologia pediátrica

Os nossos filhos são um dos pilares da nossa vida, educá-los na prevenção e ensinar-lhes directrizes corretas para o cuidado dermatológico é essencial para todos os membros da nossa equipa. As crianças, enquanto pacientes dermatológicos, podem apresentar múltiplas doenças e é muito importante que sejam diagnosticadas correctamente por um dermatologista.

Temos Dermatologistas especializados em Dermatologia Pediátrica e horários especiais para obter um excelente serviço.

A patologia que mais afecta crianças é a dermatite atópica, infecções virais como verrugas e molusco contagioso também são muito frequentes. Além disso, não devemos esquecer que, embora a incidência de melanoma em crianças seja excepcional, os nevos atípicos podem surgir e requerem monitorização especializada com o auxilio da Dermatoscopia Digital.

Na fase adolescente, uma das patologias dermatológicas mais prevalentes é a Acne e pelo seu potencial de resultar em cicatrizes e marcas permanentes, exige um acompanhamento dermatológico adequado. Um tratamento precoce garantirá que as cicatrizes da acne não irão constituir um problema nos nossos pacientes no futuro.

Hiperhidrose / Hiperhidrose

A hiperidrose é um excesso de sudorese que ocorre em aproximadamente 2-3% da população branca e em uma percentagem maior na Ásia.

Dependendo da gravidade, pode afectar o desempenho das tarefas do paciente e impedi-lo de ter uma vida profissional e social normal. Em casos moderados e graves, esta doença apresenta um importante impacto na auto-estima da pessoa e conduz à alteração de comportamentos, que podem passar por evitar agitar as mãos ao cumprimentar, vestir roupas escuras e trocar de roupa várias vezes ao longo do dia.

Uma vez descartada a existência de um problema associado, e se o problema estiver localizado em áreas restritas (axilas, mãos), ele poderá ser tratado com toxina botulínica (Botox®) na área. Este tratamento é aplicado por um dermatologista clínico e os seus resultados geralmente duram mais de 6 meses.

Para casos leves, podem ser efectuadas fórmulas manipuladas  que reduzem a transpiração.

Nevos

Os nevos melanocíticos são muito comuns e na sua maioria são benignos.

A incidência de melanoma tem aumentado nos últimos anos como consequência da alteração  de hábitos de vida e factores externos.

A avaliação médica regular constitui o método mais eficaz de detectar lesões problemáticas ou alterações ao longo do tempo em lesões classificadas como normais. Para tal, é utilizada tecnologia avançada que permite ver para ver além de uma simples lupa, a dermatoscopia digital, considerada um avanço médico importante que possibilitou salvar milhares de vidas ao longo dos últimos anos por facilitar o diagnóstico precoce de lesões neoplásicas.

O número de avaliações e a sua frequência dependerão das características dos nevos de cada pessoa e serão indicados pelo dermatologista responsável pelo acompanhamento.

Laser Médico

Laser CO2 fracionado

A mais recente inovação a laser para o tratamento de rugas finas e moderadas no rosto, marcas de acne e cicatrizes em geral. Atualmente, é considerado o melhor tratamento para rugas periorais.

Laser fracionado (ablativo e não ablativo)

Indicado para a melhoria da pele envelhecida

Laser de Neodimio-Yag de Pulso Curto

Utilizado para eliminação de manchas (sardas) solares (que acompanham o envelhecimento) e remoção de tatuagens

Laser Pulsado de Contraste e Laser de Neodimio-Yag de Pulso Longo

Aplicado no tratamento lesões vasculares e derrames (varicosidades superficiais)

Laser Díodo

Utilizado na depilação de longa duração

Fotorejuvenescimento

Combinação de diferentes tipos de lasers para remover manchas solares, rugas finas, veias e melhorar a qualidade da pele.

Luz pulsada

O que é o IPL?

O equipamento de Luz Intensa Pulsada (IPL) utiliza uma tecnologia sofisticada que mediante a emissão de pulsos de luz intensa em diferentes comprimentos de onda vai atuar seletivamente em várias estruturas como a melanina (dos pêlos, manchas acastanhadas), hemoglobina (vermelhidão) e colagénio (flacidez e rugas). Esta seletividade vai permitir o tratamento de várias alterações da pele duma forma não invasiva sem afetar a pele normal

A tecnologia de luz pulsada permite o tratamento de várias lesões causadas pelo fotoenvelhecimento em diversas áreas do corpo como a face, dorso das mãos, colo e pescoço.

O tratamento com IPL melhora a aparência da pele fotoenvelhecida removendo manchas acastanhadas (lêntigos solares), sardas, pigmentação irregular, pequenos vasos dilatados; aperta os poros dilatados e a pele adquire um aspeto mais liso, brilhante e tonificado com atenuação das rugas e flacidez.

Com o tratamento de luz pulsada os sintomas e sinais da rosácea, flushing, eritema e telangiectasias diminuem de forma significativa.

Outras indicações para aplicação de IPL são o melasma, poiquilodermia de Civatte, cicatrizes de acne (o eritema e hiperpigmentação pós inflamatória), estrias (fase de eritema).

O tratamento com luz pulsada é um procedimento de ambulatório, pouco doloroso, tem a duração de cerca de 20 minutos e não carece de período de recuperação, com retoma da atividade normal de imediato.

São efetuadas 4-6 sessões com periocidade mensal.

Aos tratamentos com o IPL podem associar-se outras técnicas de rejuvenescimento (resurfacing laser, peelings, preenchimentos) potenciando um melhor resultado cosmético.

LEDs

A terapia com luz LED é um tratamento popular e não invasivo da pele para acne, danos causados ​​pelo sol, feridas e outros problemas cutâneos.

As pessoas podem optar por fazer terapia com luz LED no consultório de um dermatologista ou usar um dispositivo em casa.

O tratamento utiliza diferentes comprimentos de onda da luz para acionar os processos naturais de cicatrização da pele e repará-la. Não contém raios UV, que podem ser prejudiciais à pele. Portanto, a terapia com LED é adequada para uso regular.

A terapia com luz LED pode ajudar a tratar uma variedade de problemas de pele, incluindo: acne, dermatite, eczema, psoríase, rosácea, cicatrizes, sinais de envelhecimento (rugas e manchas da idade) e outras condições inflamatórias da pele.

Luz azul

Especialistas acreditam que a luz azul LED reduz a atividade nas glândulas sebáceas, que são pequenas glândulas produtoras de óleo na pele. Essa redução na atividade faz com que as glândulas produzam menos óleo, possivelmente melhorando os sintomas da acne .

A luz azul também pode matar um tipo de bactéria que contribui para a acne, causando inflamação .

Luz vermelha

A luz vermelha do LED pode melhorar cicatrizes e sinais de envelhecimento, como rugas. Este efeito resulta da sua atuação ao nível dos fibroblastos, células da pele responsáveis ​​pela produção de colagénio.

O colagénio é uma proteína na pele e em outros tecidos conjuntivos. Desempenha um papel na cicatrização da pele. O corpo produz menos colagénio à medida que a pessoa envelhece, o que faz com que a pele mostre sinais de envelhecimento.

A luz vermelha também reduz a inflamação da pele.

Manchas

Manchas escuras ou claras na pele podem aparecer em qualquer idade e podem ocorrer devido a várias causas. Se uma nova lesão surgir na sua pele, você deve consultar um dermatologista para evitar erros de diagnóstico.

As manchas mais frequentes são os lêntigos solares, causados ​​pela exposição ao sol e geralmente aparecem em idades mais avanççadas, embora em situações de exposição excessiva ao sol ou utilização de solários, eles possam aparecer em pacientes jovens. O seu índice de malignidade é baixo, mas não é zero, pelo que devem ser diagnosticados usando a dermatoscopia digital para fazer um diagnóstico diferencial correto. Uma vez estabelecida a sua natureza benigna, o tratamento mais eficaz são os lasers Q Switched ou a luz pulsada. Em casos específicos, pode ser usada crioterapia.

Quando aparecem manchas brancas, é necessário avaliar a possível existência de vitiligo; portanto, a consulta de dermatologia é essencial, pois nem todas as manchas brancas são vitiligo.

No caso de aparecer uma nova lesão ou havendo alteração de uma que pré-existente consulte seu dermatologista para garantir a sua benignidade e escolher o tratamento mais apropriado para o seu caso. Lembre-se de que um tratamento personalizado é a chave para um bom resultado.

Melasma

Melasma ou cloasma é uma alteração na pigmentação da face (lábio superior, testa e zona malar) que aparece em mulheres jovens. Geralmente está relacionado à gravidez, tratamentos hormonais ou banhos de sol junto com medicamentos. Também pode aparecer nos braços e decote na peri-menopausa.

Não existe um tratamento que elimine completamente o melasma, mas existem tratamentos eficazes que o tornam “invisível” ou o fazem desaparecer quase completamente. O paciente deve ter cuidado com a exposição solar e fazer manutenção em casa para evitar o reaparecimento das manchas.

O primeiro passo num melasma é um bom diagnóstico por um dermatologista; a avaliação por um dermatologista permitirá que você escolha o tratamento mais adequado de acordo com o tipo de pele e de melasma. Nem todos os tipos de melasma são iguais, nem todas as peles respondem da mesma maneira, nem precisam dos mesmos tratamentos.

O tratamento é iniciado com dermocosméticos poderosos para uso exclusivo em clínicas médicas ou com fórmulas manipuladas personalizadas para começar a unificar o tom. Se o paciente apresentar características que permitam a utilização de um peeling, este poderá ser efetuado recorrendo à utilização de uma máscara despigmentante que acelera o processo

A partir do primeiro mês de tratamento, os melasmas acompanhados de danos causados ​​pelo sol podem ser tratados com luz intensa pulsada de banda larga para obter melhores resultados.

Em outros casos, você pode optar por realizar mesoterapias com microagulhas com intensificadores despigmentantes, uma técnica não agressiva que obtém bons resultados.

Em último caso poderão ser utilizados os mais recentes lasers médicos no seu tratamento.

A combinação desses tratamentos nas mãos de dermatologistas experientes alcança resultados muito bons e faz de nossa Clínica de Dermatologia um centro de referência no tratamento de melasma e lesões pigmentadas faciais.

Psoríase

A psoríase é muito frequente na nossa sociedade afetando cerca de1-3% da população.

A apresentação mais frequente é em placas, embora não seja a única. Afeta o couro cabeludo, a região palmo-plantar, unhas ou pregas, entre outros. O diagnóstico adequado por um dermatologista e a adaptação do tratamento ao tipo de psoríase presente é fundamental.

Se tem psoríase, lembre-se de que existem muitos tipos de psoríase e cada um deles requer uma avaliação e tratamento diferentes. A psoríase é uma doença imunológica e não afeta apenas a pele, podendo afetar outros órgãos, o que reforça a importância do seu tratamento dever ser controlado e ajustado por um dermatologista.

Além disso, a psoríase pode-se tornar um obstáculo, seja no aspecto físico, emocional, social ou pessoal, sendo fonte de sentimentos negativos como medo e frustração. A vivência do adoecimento vai além das consequências biológicas e exige reorganização de atividades rotineiras e readaptação social, necessitando uma abordagem biopsicossocial e multiprofissional que atenda às necessidades do paciente em sua totalidade.

Rosácea

A rosácea é uma doença dermatológica muito comum que afeta mais frequentemente mulheres com mais de 30 anos e homens com mais de 45 anos. Não sabemos as causas exactas que a causam, embora a base comum de toda rosácea seja a inflamação e a vermelhidão da pele

É essencial fazer um diagnóstico diferencial adequado, preferencialmente por um dermatologista, pois há casos de lúpus ou outras doenças imunológicas ocultas por trás do aparecimento de rosácea.

Em casos leves, os sintomas habitualmente respondem à utilização de tratamentos tópicos, embora em casos graves ou a longo prazo possam ser necessários medicamentos orais ou mesmo tratamentos com laser vascular específico ou tipo luz intensa pulsada.

Os estudos mais recentes têm demonstrado uma melhora significativa na rosácea tratada com Kleresca®, a terapia biofotónica baseada na fluorescência da luz.

Além disso, uma vez resolvida esta condição, os pacientes com rosácea devem usar dermocosméticos específicos para proteger e prevenir novos surtos. No Cosmétic Lab poderá encontrar os dermocosméticos mais adequados par si escolhidos pelos nossos dermatologistas.